Início » Soldado da PM que foi candidato a vereador é morto ao tentar evitar assalto em Ilhéus

Soldado da PM que foi candidato a vereador é morto ao tentar evitar assalto em Ilhéus

Por marlonfm

O soldado da Polícia Militar Adir Pires Fontes de Oliveira, que era lotado na 68ª Companhia Independente, foi morto na noite de domingo (01/08), na cidade de Ilhéus, no sul baiano. Ele foi abordado por criminosos ao deixar um bar e acabou sendo atingido por tiros.

Adir tinha 40 anos e estava na corporação desde 2008. No ano passado, ele chegou a concorrer ao cargo de vereador pelo Republicanos, mas não venceu a disputa.

Amigo da vítima, o deputado estadual Soldado Prisco lamentou o crime bárbaro e afirmou que o trabalhador “foi morto de forma brutal pelo tráfico de drogas, pois ele foi reconhecido por criminosos”. Adir tentou evitar um assalto e acabou baleado nas costas.

“Perdemos um grande homem, um profissional de alta qualidade e que tinha grande expectativa para seguir na política. Era enfermeiro, professor, DJ e estudante de Direito”, pontuou o parlamentar.

“Ao invés do Estado gastar dinheiro com a nossa segurança, gasta 665 milhões de reais com câmeras. Um contrato com uma empresa que é a Oi, e que está em recuperação judicial. E a gente perdendo a briga para o crime organizado”, concluiu Prisco.

“Não podemos deixar isso barato, a morte de um ‘Mike’ (Militar) terá sempre a resposta mais dura possível. Quando matam um PM, matam um pouco de cada um de nós e não vamos deixar esse crime impune. Todos estão em diligência e só vamos parar quando dermos a resposta, declarou um PM que não quis se identificar.

Nos solidarizamos com os familiares e amigos, bem como com toda Corporação Militar que chora a morte de mais um Soldado na Bahia que é um dos estados mais violentos do país.

Por meio das redes sociais, a 68ª CIPM lamentou a morte.

 

Compartilhe nas redes sociais

Escreva um comentário

error: Content is protected !!