Início » Itabuna: Dois criminosos líderes do DMP tombam em confronto com a Cipe Cacaueira em Cajueiro de Ibicaraí

Itabuna: Dois criminosos líderes do DMP tombam em confronto com a Cipe Cacaueira em Cajueiro de Ibicaraí

Por marlonfm

Nesta sexta-feira (27), dois criminosos de Itabuna, da organização criminosa denominada DMP, morreram em confronto com a Cipe Cacaueira, no distrito de Cajueiro, em Ibicaraí.

Os bandidos foram identificados pelos apelidos Naldo Manso e Tiago Porquinho.

Ocorrência da PM

Durante um dos bloqueios, nas imediações de Santa Cruz da Vitória, a guarnição percebeu que dois indivíduos em uma caminhonete Mitsubishi L200 Triton de cor branca, empreenderam fuga, após o condutor realizar uma manobra.

Houve perseguição, e na altura de Cajueiro de Ibicaraí, o cerco foi fechado, mas os bandidos não renderam-se. Ao contrário, desceram do veículo e passaram a atirar com arma de fogo contra a guarnição, que revidou e os alvejou. Eles foram socorridos para o Hospital de Base Luís Eduardo Magalhães, mas não resistiram aos ferimentos.

Histórico criminal

Ainda em 2018, foi um dos criminosos de frente da facção que foram transferidos para a Unidade Prisional de Segurança Máxima de Serrinha, na ocasião, junto com os parceiros dele do DMP, Rosenilton Francisco dos Santos, o Tica-Tica, Joseilson Cardoso dos Santos, o Pita, líder do DMP em Pau Brasil; e Luan de Jesus, o famoso Luan da Luz Vermelha, que chefiava o DMP na região da chamada Favela do Bode.

A transferência destes detentos, em 2018, ocorreu após a justiça interceptar ligações telefônicas dos criminosos, e identificar que Naldo Manso era, junto com Thiago Penteado, o principal líder da facção, responsável por atividades coordenadas de tráfico de drogas, mediante venda, distribuição e recolhimento de valores das operações ilícitas realizadas, bem como por atividades de compra e distribuição de armas de fogo e munições entre os associados e, ainda, orientação aos integrantes da organização para a prática de atividades delituosas diversificadas, sendo Naldo Manso, de acordo com o relato da justiça, um indivíduo violento, que não exita em autorizar ações de eliminação dos rivais.

Tiago Porquinho ocupava uma hierarquia menor que a de Naldo no crime organizado, mas também era estratégico para o crime e já havia sido preso em outras ocasiões.

Naldo Manso é Ronaldo Santos Silva, ele foi preso em uma mega operação policial, ocorrida em 2018, em Itabuna e em Duque de Caxias, no Rio de Janeiro, onde ele foi preso.

 

Compartilhe nas redes sociais

Escreva um comentário

error: Content is protected !!