Início » Turismo rural de base comunitária em assentamento será novo atrativo de Itacaré

Turismo rural de base comunitária em assentamento será novo atrativo de Itacaré

Por marlonfm

O município de Itacaré, localizado no Território de Identidade Litoral Sul, que já conta com uma diversidade de praias e outras belezas naturais, ganhará um novo atrativo turístico. Desta vez, o município contará com o turismo rural de base comunitária, no Assentamento Pancada Grande, localizado próximo à sede de Itacaré, onde vivem cerca de 70 famílias, em um local de natureza preservada.

No assentamento, os turistas poderão contar com cachoeira, uma trilha entre cacaueiros, cultivados no sistema cabruca, caracterizado pelo sombreamento de árvores nativas da Mata Atlântica, a degustação da culinária típica local, além de conhecerem a história do assentamento, entre outros atrativos, a exemplo de uma cozinha comunitária para o beneficiamento do chocolate.

Tudo isso se tornará realidade a partir do apoio do Governo do Estado, por meio do Bahia Produtiva, projeto executado pela Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR). Para viabilizar o turismo rural, os investimentos, da ordem de R$ 648,7 mil, estão sendo aplicados em ações como a da reforma da sede do assentamento; criação de um espaço memorial; a construção de uma cozinha comunitária para o beneficiamento de chocolate de alta qualidade, além de refeitório e uma loja para vender os produtos locais.

O diretor-presidente da CAR, Wilson Dias, destaca que esse projeto também inclui o apoio para que os agricultores e agricultoras tenham melhores condições para produzir, alimentar suas famílias, comercializarem a produção e melhorarem as condições de vida, em suas propriedades. Ele explica que para a implantação do projeto serão adotadas estratégias para melhor atender aos turistas, valorizando a história dos assentados de reforma agrária, como a da conquista da regularização da terra.

“É um assentamento que já deu certo e vai continuar dando certo, por causa da organização da comunidade. Além de apresentar a história e as belezas naturais, o assentamento terá a oportunidade de receber o turista e de comercializar produtos locais como o chocolate que tem o diferencial da Indicação Geográfica (IG), levando não só o chocolate, mas um conceito e o valor de um alimento, que é produzido em um sistema que ajuda a preservar o planeta”, destaca Dias.

O prefeito de Itacaré, Antonio de Anízio, afirma o projeto de turismo rural é pioneiro na Bahia, e vai ser mais uma fonte de renda extra para os assentados, que irão vender os seus produtos e a sua culinária para os visitantes: “Vamos envidar esforços, junto com a SDR/CAR, para que tudo aconteça de forma satisfatória e que tenha sucesso”.

Ivonildo Santos de Jesus, presidente da Associação dos Colonos do Projeto Assentamento Pancada Grande, fala que o projeto de turismo rural de base comunitária é muito importante para os agricultores do assentamento: “Esse projeto é uma fonte de renda e de melhoria para nossas famílias”. Ele conta que, além de conhecer também a história do assentamento, os visitantes poderão contar com opções de diversas trilhas e que as expectativas para o futuro são as melhores.

Geração de emprego e renda

A ação inclui ainda a melhoria do acesso à comunidade e a sinalização para a cachoeira de Pancada Grande; a criação de um meliponário e de uma horta com galinheiro, no sistema de Produção Agroecológica Integrada Sustentável (PAIS); treinamento e capacitação de membros da comunidade e, por fim, comunicação visual. Os recursos também serão aplicados na aquisição de kit de beneficiamento e manejo de cacau e equipamentos de proteção individual e de informática.

O secretário de Turismo de Itacaré, José Alves, explica que o objetivo é fazer um projeto que associa agricultura familiar ao turismo: “E como seria isso, capacitando os moradores para recepcionar quem visita, também no que diz respeito à gastronomia, para guiar as pessoas dentro do assentamento e dar uma infraestrutura, para que os visitantes possam tomar um café da manhã ou almoço, com uma experiência diferenciada, com produtos da agricultura familiar”.

Alves observa que a ação vai gerar emprego e renda não só para o assentamento, mas também para Itacaré, porque vai mobilizar pessoas e agências de turismo, para trazer visitantes, que podem permanecer por mais tempo, movimentando a economia do município.

Compartilhe nas redes sociais

Escreva um comentário

error: Content is protected !!