Início » Amiga dela me orientou a sair do local, diz pai de jovem morta em São Cristóvão

Amiga dela me orientou a sair do local, diz pai de jovem morta em São Cristóvão

Por marlonfm

O pai de Jamile Sanches Araújo Miranda, 18, morta após ter sido baleada dentro de um carro com os pais nesta quarta-feira, 27, no bairro de São Cristóvão, afirmou que a amiga dela, que levavam para casa, orientou que deixassem o local. Elas haviam ido ao cinema e o pai, que foi levar e buscar Jamile, deu carona à amiga. Na volta a mãe também estava no veículo.

>>Jovem baleada dentro de carro em Salvador estava acompanhada dos pais

Em entrevista à Record Tv, ele afirmou que a família já havia ido ao local em outras ocasiões, pois as duas eram muito amigas e não considerava o local como sendo de alta periculosidade.

“Ao chegar no final da rua viramos à esquerda, deixamos a amiga dela que ainda me orientou a sair do local. Assim eu fiz, seguimos em frente e logo em seguida nos debatemos com dois meliantes armados que mandaram a gente voltar”, disse o pai de Jamile, em entrevista à Record Tv.

Ele disse ainda que acelerou o carro quando ouviu os disparos e não percebeu que a filha havia sido atingida. Quando a mãe, que também estava no veículo, chamou e a jovem não respondeu, perceberam que havia acontecido algo com ela.

“Foi uma surpresa, imaginamos que eles tivessem desistido, mas estavam escondidos. A princípio eu tinha visto dois, um de cada lado da rua. Após os tiros eu acelerei um pouco e não imaginei que os tiros tivessem atingido o carro. Quando minha esposa chamou por Jamile e ela não respondia, foi aí que percebemos que ela havia sido baleada”, contou.

“Um dos criminosos estava escondido na rua, apareceu do meu lado e disparou. Minha esposa afirmou que um dos tiros foi pra cima. O outro projétil atravessou o vídeo traseiro e ainda cheguei a pedir para Jamile se abaixar, mas não deu tempo”, completou.

O caso

A Polícia Militar esclareceu que por volta das 20h50 foi acionada pelo pai da jovem, após ela ter sido baleada enquanto o veículo em que estavam transitava pela Rua da Adutora de São Cristóvão. Os policiais auxiliaram na prestação de socorro da vítima, que foi encaminhada para o Hospital Menandro de Farias e, após a regulação, para o Hospital Geral do Estado (HGE), mas não resistiu aos ferimentos.

Jamile estava concluindo o ensino médio e tinha planos de fazer o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), para cursar Medicina Veterinária. O caso será investigado pela Polícia Civil e, até esta manhã, ninguém havia sido preso.

A bolha de proteção da família para tentar dar mais segurança à estudante Jamile Sanches Araújo Miranda, 18 anos, não conseguiu evitar que ela fosse mais uma vítima da violência. Jamile estava no carro com os pais quando foi baleada no bairro de São Cristóvão, na noite dessa quarta-feira (27).

Compartilhe nas redes sociais

Escreva um comentário

error: Content is protected !!