Início » Ação do MP pode afetar festas de São João em Itabuna e Ilhéus

Ação do MP pode afetar festas de São João em Itabuna e Ilhéus

Por marlonfm

Ação do MP pode afetar festas de Ilhéus e Itabuna

Uma ação do Ministério Público da Bahia contra a Prefeitura de Teolândia pode afetar as festas de São Pedro anunciadas pelos municípios de Itabuna e Ilhéus. Assim como as cidades do sul baiano, Teolândia foi fortemente atingida por enchentes e decretou estado de emergência.

O MP pediu à Justiça para cancelar um show do cantor Gusttavo Lima, que teria o cachê de R$ 704 mil pago pela prefeitura na Festa da Banana. A ação pede ainda a suspensão de pagamento para outras 28 atrações, como Unha Pintada e Adelmário Coelho.

A juíza Luana Paladino acatou o pedido e mandou cancelar a festa. Ela ainda oficiou a Coelba para suspender o fornecimento de energia elétrica no local previsto para os shows. Caso a Coelba não cumpra a ordem, a juíza autorizou a polícia a convocar eletricitários da empresa para o serviço.

O custo da festa é de R$ 2,3 milhões. Teolândia sofreu duas enchentes em dezembro, que deixaram moradores desabrigados e destruição na infraestrutura. A prefeita Maria Baitinga fez campanha pedindo doações por PIX para uma conta da prefeitura e recebeu R$ 1,14 milhão do governo federal.

A similaridade com Itabuna e Ilhéus, que também sofreram com enchente, pediram doações e receberam verbas federais, pode fazer com que o Ministério Público também peça o cancelamento das festas juninas das duas cidades, que vão investir vários milhões de reais nos eventos.

O MP afirma que “não é possível que o mesmo município que informou necessitar de ajuda e recursos para salvaguardar a sua população de catástrofe natural anuncie, em poucos meses, a contratação de artistas com cachês incompatíveis.

📰Informações A Região.

Compartilhe nas redes sociais

Escreva um comentário

error: Content is protected !!