Início » Bahia lidera o ranking de exportações e importações do Nordeste

Bahia lidera o ranking de exportações e importações do Nordeste

Por marlonfm

A Bahia lidera o ranking de exportações e importações do Nordeste. Já no país, o estado ocupa o 10° lugar em exportações e o quarto lugar em importações. As informações constam no Informe Executivo de Comercio Exterior, divulgado pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE), nesta terça-feira (1º).

As exportações da Bahia em janeiro de 2022 atingiram um montante de US$ 734,2 milhões, crescimento de 18,9% comparando com o mesmo mês do ano passado. Neste período, a participação do estado nas exportações do Nordeste é de 45,1%. Destaque para incremento significativo das importações, que tiveram alta de 123%, chegando a US$ 1,5 bilhão.

“Os resultados das exportações baianas nos mantêm otimistas quanto à recuperação da nossa economia. Tivemos recorde na série histórica desde 2012, tanto em janeiro, começando o ano de forma positiva e encerramos 2021 com US$ 9,9 bilhões. Soja e derivados representaram a alta expressiva dos embarques. A expansão da fronteira agrícola e o aumento na produção do grão fizeram com que a China ganhasse status de principal parceiro comercial do Estado, título que o país asiático mantém desde 2012”, afirma o vice-governador João Leão e secretário do Planejamento.

“A Bahia corresponde a quase 50% das exportações e importações da região Nordeste com a Indústria de Transformação com 73,3% nas vendas do estado para o mercado internacional e Agropecuária registrando 24,3%. A qualidade da produção baiana está sendo reconhecida mundialmente. Estamos progredindo economicamente e essa liderança regional nas importações e exportações mostra o resultado do nosso trabalho para o desenvolvimento do estado”, diz Nelson Leal, secretário da SDE.

Exportações e Importações

De acordo com a Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI), os produtos em destaques nas exportações foram os calçados e suas partes com 214,8% no valor exportado, chegando um total de US$ 6,8 milhões em janeiro de 2022, ante US$ 2,2 milhões em janeiro de 2021, químicos e petroquímicos com de 76,5% no valor exportado, chegando um total de US$ 110,4 milhões em janeiro 2022, ante US$ 62,6 milhões em janeiro de 2021 e soja e seus derivados com 234,9% no valor exportado, chegando um total de US$ 125,0 milhões em janeiro de 2022, ante US$ 37,4 milhões em jan/21.

Já em importações os destaques foram: Gás Natural com 15.492% em valor importado, com um total de US$ 690,8 milhões em janeiro 2022, ante US$ 4,4 milhões em janeiro 2021 e Painéis Solares de 222,3% em valor importado, chegando um total de US$ 24 milhões em janeiro 2022, ante 7,5 US$ milhões em janeiro 2021.

Compartilhe nas redes sociais

Escreva um comentário

error: Content is protected !!