Início » Lula teme segundo turno entre Wagner e ACM Neto na Bahia

Lula teme segundo turno entre Wagner e ACM Neto na Bahia

Por marlonfm

O ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva (PT) teme uma derrota de Jaques Wagner (PT) para ACM Neto (UB) em eventual segundo turno na Bahia entre os pré-candidatos ao governo, conforme revelou ao Informe Baiano por telefone, nesta quarta-feira (16/02). Essa é “apenas uma das justificativas” de Lula para o senador petista abrir mão da vaga em favor do colega de parlamento Otto Alencar (PSD). Porém, o ponto mais forte é o PSD, que poderá decretar apoio ao ex-presidente na disputa com Jair Bolsonaro pelo Palácio do Planalto.

“A avaliação das pesquisas é a seguinte: Roma colado com Bolsonaro fatalmente chegará a 15% do eleitorado. Então, Lula e outras pessoas falaram que esse cenário praticamente sacramenta um segundo turno. E no segundo turno, o eleitor de Bolsonaro jamais votará em Wagner e no PT. A tendência desse eleitor bolsonarista é seguir Neto. Ou seja, a ideia seria dar um passo para trás agora e dois para frente depois. Porque? Porque Otto tira voto de Neto no primeiro e até no segundo turno. Então, deverá haver uma fatiação desse voto bolsonarista. Inclusive, hoje vai ter uma reunião em Brasília e Leão já está aqui para ser ouvido. Lula também participará, não sei se online ou presencial”, pontua a fonte do IB.

O político afirma também que a “possibilidade é grande sim de Otto ser o candidato a governador”, mas “tudo está em negociação”. “Nada está decidido, política tudo muda muito rápido”, acrescenta.

Sobre a eventual disputa de Otto contra Neto, ele opina: “No início pode ter uma debandada de alguns aliados, mas em seguida recupera. Otto vai iniciar com 4%, como foi com Rui, e depois vai crescer. A diferença é que Rui não era conhecido no interior e Otto é muito conhecido”, finaliza.

Compartilhe nas redes sociais

Escreva um comentário

error: Content is protected !!