Início » Policial preso e R$60 mil apreendidos durante operação que investiga prefeito de Acajutiba

Policial preso e R$60 mil apreendidos durante operação que investiga prefeito de Acajutiba

Por marlonfm

Sete armas – duas pistolas, quatro revólveres e uma espingarda -, a quantia de R$ 61.547,00 e outros materiais ilícitos foram apreendidos com um policial militar e mais cinco pessoas envolvidas em um homicídio, na quarta-feira (4), no município de Acajutiba, durante cumprimento de mandando de prisão temporária e busca e apreensão. A operação também ocorreu nos municípios de Aporá, Mangue Seco, Jandaíra, Alagoinhas, Camaçari, Esplanada e Salvador.

Durante os mandados de buscas as equipes também localizaram – em endereços residenciais e profissionais – 18 aparelhos celulares, 191 munições, quatro simulacros de pistola, um par de algemas, 17 rádios comunicadores, dois detectores de metal, uma carabina, cinco carregadores para o armamento, duas fardas com identificação de uma empresa de segurança, seis placas de veículos clonados, seis bastões policiais, um giroflex, um distintivo, quatro placas balísticas, sete facas e cinco pendrives.

As prisões ocorreram por meio da Operação ‘Êmulo’ deflagrada pelo Ministério Público, em conjunto com as Corregedorias da Secretaria da Segurança Pública e da Polícia Militar, Polícias Civil e Rodoviária Federal. O crime pelo qual o PM e os comparsas eram investigados, aconteceu no mês de junho de 2020. Após indícios apontados nos inquéritos, a Primeira Câmara Criminal do Tribunal de Justiça da Bahia deferiu os pedidos de prisões temporárias. Algumas buscas aconteceram na prefeitura e na casa do prefeito Alex Freitas, que seria um dos investigados.

Conforme apontaram as investigações, a vítima já havia alertado que estava sofrendo ameaças de morte por funcionários de uma empresa de segurança que tinha como proprietário o PM.

Compartilhe nas redes sociais

Escreva um comentário

error: Content is protected !!